quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Lei do Retorno


Qual o valor de sua amizade? Qual o prazo de validade? Qual o grau de lealdade e fidelidade? O que você faria por uma amizade? E como mante-la?

São as perguntas mais antigas que conheço, em se tratando de amigos, mas que ainda hoje ficam sem respostas (as vezes). Não sei se a idade tem me deixado mais ranzinza ou se eu realmente me importo com detalhes. A verdade é que hoje até uma simples fotografia me deixa pensativo com esses valores. E sempre me ferem.

Que te fiz pra me tratar assim? Por que me perseguis desse jeito? Por que me cercas com tua inveja, com tua promiscuidade, com teu “se aproveitar”? Com tua proximidade? Com tuas perguntas bobas?
Tenho “excluído” aos poucos de minha roda social alguns desses tipos de amizades, para meu bem. E acho que o deles(as) também. Motivo? A DECEPÇÃO, A FALTA DE CONFIANÇA.

Meus caros EX amigos, lembrem-se da lei do retorno. Todo mau que é dedicado a mim, um dia te retornará em dobro. Não preciso fazer nada. Mas acredito nisso. E na vida de alguns vejo isso acontecer.


Esse seria mais um texto comum a todos os outros aqui escritos, se não fosse o horário em que escrevo (04:03h). Será que isso me trará o sono que já me foge?


Você me conhece a fundo?

Március Chagas

Vídeos

Loading...